Todo dia um olhar, uma foto, um lugar. Por que viajar é nosso único patrimônio.

Archive for Janeiro, 2011

Entre as folhas

 

 

glaciarpmoreno (29)

Tem coisas que só pessoalmente, ao vivo e a cores, para não esquecer nunca mais a sensação.
Glaciar Perito Moreno – El Calafate Argentina. novembro de 2010

Anúncios

Sapinho

 

 

sapinho (12)

As vezes  para ser paraíso, precisa do de brincar nas água quentes do mar baiano, ver um sol preguiçoso indo dormir.
Ilha do Sapinho – Baia de Camamu. janeiro de 2009


Transparências

 

antipaxos001

A Grécia faz isso, deixa a gente de boca aberta, feliz da vida, oferecendo suas águas de azuis transparentes. 
Antipaxos – Grécia. agosto de 2004


Entre

 

Gargano cavernas 03

Fendas e buracos escavados pelas águas, cavernas e passagens para o encanto do olhar. Gargano – Itália.  setembro de 2003


Pés no Pacífico

chiloe (14)

A praia imensa e deserta, o mar frio e transparente, a ilha dos mistérios e lendas, um lugar inesquecível onde molhei os pés no outro oceano.
Chiloé – Chile. novembro de 2010.


Pequeno Lugar

 

DSCN0762

Foi assim muitos meses longe trabalhando, na chegada, nos caminhos montanhosos, uma tranquila e pequena cidade para acolher o corpo cansado.
Tiradentes – Brasil. setembro de 2007


Laguna Chaxa

 

 

lagunachaxa (13)

O lugar mais seco que existe, kilometros de sal , uma lâmina de água, um universo de cores que se imprimem na alma.
Salar Atacama – Chile. novembro de 2010


Tarde de vento

 

RegSaveiroitaparica (10)

Numa dança dos ventos os saveiros deslizam sobre as águas quentes da Baia de Todos os Santos.
Ilha de Itaparica – Bahia / Brasil.  novembro de 2008.


Cachoeira Sentinela

 

 

sentinela (6)

As águas da Sentinela, nos caminhos das minas.  Diamantina – Brasil. outono de 2010


Igreja de Santo Antônio

 

sfranciscoparag (28)[3]

Rio acima, nas margens do Paraguaçu, quase dentro d’água, existe um antigo e abandonado mosteiro.
São Francisco do Paraguaçu – Bahia, Brasil. outubro de 2008


Il Faro

 

03 Isola di Ponza (49)

No meio do mar  Tirreno tem a ilha , num caminho de pedras tem o Farol. Isole di Ponza – Itália. julho de 2006


Amanhecendo

 

DSCN3798

 

Era quase seís da manhã, praticamente ontem, porque acordar cedo ninguém merece!  Paxos – Grécia. agosto de 2010.


Serro

 

serro (5)

Minas é assim tem um céu azul único, tem um jeito, tem um povo e tem queijo.
Serro – Minas Gerais. Brasil abril de 2010.


Tudo Azul

 

azulbaiano (9)

Verão nos mares baianos. Bahia – Brasil. Dezembro de 2008


Tardinha

marau (6)

Nessa hora, que é quase noite, a realidade se abraça com os sonhos e tudo fica confuso entre a luz e o breu. 
Maraú – Bahia.  janeiro de 2009


As cores do abandono

ilhadascouves (25)

 

Na Ilha das Couves, o abandono que a natureza tratou de aperfeiçoar. São Paulo – Brasil. novembro de 2008


Branco e Azul

glaciarpmoreno (11)

Nem era tão longe, nem era tão frio mas, era lindo e tão lindo, foi triste virar as costas e partir.
Glaciar PErito Moreno – El Calafate. Argentina. novembro de 2010


Um lugar que chama Azul

 

torresdelpaineblog3

Parque dos contrates, de cores intensas, outro pedaço do Chile que encanta e deixa na memória marcas vivas da sua natureza.
Torres del Paine – Chile. novembro de 2010.


La Luna

 

valledaluna (4)

O olhar se perde nas formas e se focaliza nas cores, no calor, no vento. Sem cansar de se deslumbrar com os detalhes que o deserto oferece o tempo todo. San Pedro do Atacama – Chile. novembro de 2010.


No Tabuleiro

 

 

tabuleiro (18)

Nas Minas Gerais, bem la no meio das montanhas, tem pedra e água num espetáculo pra quem se move.. Tabuleiro, Minas – Brasil. abril de 2010.


Chiloé

 

chiloe (1)

Uma ilha cercada pelo Pacífico, uma ilha linda, de gente simpática e hospitaleira, uma ilha perfeita pra morar.
Chiloé – Chile. novembro de 2010.


Valle de la Luna

 

valledaluna (13)

Nas cores do Deserto, encontro a secura, o pó, a areia e o vento, agressivo e lindo, um encantamento gravado na pele.
San Pedro de Atacama – Chile. novembro de 2010


Lago Nahuel Huapi

bariloche (3)Lago verde, céu azul, ventos fortes e ondas brancas, montanhas nevadas, um lugar que foi uma surpresa.
Bariloche – Argentina. novembro de 2010.


Rio Paraná

 

 

posadas (19)

Debaixo d’água, árvore, torre e as instalações da prefectura naval em Posadas – Argentina, outubro / 2010


Penelope

 

 

ithaca (5)

Um país de tantas ilhas, de mar completamente azul. A baia de Ulisses. Itaca – Grécia. agosto de 2007.


Próxima Estação

 

02curitiba (10)

Esperando o trem, esperando a sorte, esperando..
Curitiba – Brasil. abril de 2006


Baia de Todos os Santos

 

Tororo (5)

Por de trás de uma ilha tem outras ilhas, outros cantos de sossego e preguiça.
Ilha do Cal – Canal de Itaparica – Bahia – Brasil. novembro de 2008


Coloridos

 

 

purmamarca (15)

As cores das montanhas, dos teares, do povo indigena, a alegre cidade de Purmamarca – Jujuy, Argentina.  novembro de 2010.


Canal de Beagle

ushuaia (31)

No fim do mundo, águas tranquilas, no verão austral. Ushuaia – Tierra del Fuego, Argentina. dezembrode 2010


Purmamarca

 

 

 

purmamarca (2)

A Cordilheira dos Andes, das cores, dos tons vermelhos e laranjas, verde cobre, marrom e amarelo. Purmamarca – Argentina, novembro / 2010


Glaciar Perito Moreno

glaciarpmoreno (7)

O gelo azul celeste impressiona, enfeitiça, mesmo depois de horas olhando.. El Calafate – Argentina, novembro/ 2010.