Todo dia um olhar, uma foto, um lugar. Por que viajar é nosso único patrimônio.

flores e jardins

Tiê Sangue

DSCF8415
“Xô, tié-sangue
Xô, tié-fogo
Xô, rouxinol sem fim
Some, coleiro
Anda, trigueiro
Te esconde colibri
Voa, macuco
Voa, viúva
Utiariti
Bico calado
Toma cuidado
Que o homem vem aí
O homem vem aí
O homem vem aí”-  Chico Buarque
Ilha do Jorge – Angra dos Reis – RJ. Brasil, julho de 2013.

Anúncios

Os peixinhos me disseram

 

fonteribeirao (3)

No meio da cidade, no meio de tanta gente, existe um lugar para ser tranquilo. São Luiz – Maranhão – Brasil, março de 2011.


Bem me quer

 

 

Filettino M (8)

As flores e cores de  Filettino – Itália, setembro


Sob o sol de verão

 

 

ubatuba (3)
O X da questão, Ubatuba – Brasil, dezembro de 2011.


For ever

 

 

tabuleiro (22)

Sempre Viva -  nas colinas, nas trilhas, entre as pedras, nas Minas das Gerais. Tabuleiro – MG –Brasil. abril de 2010.


Homem de pedra

 

 

JardimBot (8)

A espera eterna do momento perfeito. Jardim Botânico – Rio de Janeiro – Brasil, novembro de 2009.


A árvore

 

Lucca (37)

Uma vida é feita de detalhes, todos singulares. – Lucca –Itália, setembro de 2011.


Um trem de cores

tremparanagua (4)

Cortando o silêncio das matas, as cores berrantes do trem descendo ladeira até o mar. Paranaguá – Brasil, abril de 2006.


Subindo

 

glaciarpmoreno (40)

Flores e cores.. a patagônia se deixando enamorar. El Calafate – Argentina, novembro de 2010.


A Prima Vera

 

 

baiajara (6)
As cores da primeira verdade. Verdade que existe só no silêncio da natureza. Chile Chico – Chile, novembro de 2010.


Sol a Pino

 

 

ubatuba (3)

No meio do caminho, da cidade. Ubatuba – Brasil, dezembro de 2011.


As cores e linhas

 

02curitiba (14)

Podia ser um labirinto, um lago ou um castelo, mas é só a delicada Curitiba – Brasil, abril de 2006.


Há flores e faróis por todos os lados

 

bari (67)

Pertinho da minha outra casa, caminho entre flores da primavera até chegar ao Farol. Bari – Itália, junho, 2011


Um pequeno lugar

 

 

Lucca (19)

Nas histórias antigas tinha sempre um fosso em torno dos muros do burgo. Aqui não é diferente! Lucca – Itália, setembro de 2011.


Tulipas no quintal

 

veneziafusina (3)

Dos lugares que morei encontro sempre a linha plana do meu horizonte salgado – Veneza – Itália, setembro 2011.


Verde amaro

 

 

spartochori M (25)

A sagrada oliveira grega,  como uma gota verde. pouco antes de se transformar no doce azeite de sabor delicado, uma poesia para o paladar.
Spartochori – Meganisis – Grécia, agosto de 2011.


A vida é perfeita quando se viaja

 

santiago (32) - Cópia
Andando nas ruas de Santiago tenho como companhia os Andes de Neves eternas.

santiago (48) - Cópia

E da janela do quarto do meu poeta maior vejo o mesmo ângulo do seu olhar sobre as neves da sua cordilheira.
Santiago – Chile, novembro de 2010.


No Tabuleiro

tabuleiro (46)

A água desce rápida, tão alta que se vaporiza em nuvens de cachoeira.
E para ver isso de perto o caminho é entre as pedras e as curvas do rio.
Cachoeira do Tabuleiro – Minas Gerais, abril de 2010


Bracuhy amanhecendo

DSCN5804

Hoje bem cedo, cedo mesmo tinha uns passarinhos cantando na popa do Aquarela, quer dizer cantado seria até legal, estavam esgoelando.
Tentei abstrair mas eles insitiam em me acordar, levantei pronta para mandá-los cantar lá na freguesia de Fernando de Noronha.
Mas não deu certo, fiquei fascinada com o que vi. As nuvens em chamas. Marina Bracuhy – Angra dos Reis /RJ – Brasil, maio de 2011.


Um olhar

 

 

alcantara (11)
Eu olhava pra além da janela, para cada cor, para cada detalhes, para além das ruínas.
O menino passava brincando com sua sacola me observando como se estranho,  fosse eu na paisagem.
Alcântara – Brasil, março de 2011.


De ponta cabeça

JardimBot (27)

As palmeiras imperiais, os caminhos de sombras, as delícias de se deixar levar pela natureza.
Jardim Botânico -  Rio de Janeiro Brasil, novembro de 2009.


A próxima estação

030colonia (14)

Num outuno verdadeiro, descemos na estação mais bonita, de novo os lugares nos surpreendendo
e nós nos deixando apaixonar, e assim escolhemos nossa casa para morar.
Colônia do Sacramento – Uruguai, maio de 2006.


Uma flor

JardimBot (22)_thumb[1]

“As flores que estão no canteiro… Há flores cobrindo o telhado. E embaixo do meu travesseiro. Há flores por todos os lados. Há flores em tudo que eu vejo..”
Jardim Botânico – RJ Brasil, novembro de 2009


Tem uma árvore no meio do caminho

 

JardimBot (2)_thumb[3]

Numa primavera de 35 graus as sombras e o frescor das árvores na primeira visita ao Jardim Botânico – RJ Brasil, novembro de 2009.