Todo dia um olhar, uma foto, um lugar. Por que viajar é nosso único patrimônio.

Longas viagens

Outros azuis

 

torresdelpaine (7)
Onde a natureza ainda nos surpreende pela beleza, pela grandeza, pela simplicidade. Torres del Paine – Puerto Natale – Chile. novembro de 2010.


Paliteiro

 

 

DSCN6426
O mundo se move sobre as águas. Venezia – Itália, setembro de 2011.


CSI

 

miami (2)
Chegar num porto novo, depois de uma noite de navegação, é sempre uma emoção,
mas quando o lugar é um cenário da sua serie favorita, ai então…
Miami – USA, julho de 2012.


Sob Sol

bahamas (8)Longas viagens oferecem detalhes quando estamos distraídos. Bahamas – Caribe, junho de 2012.


É o mar, é o mar, é o mar

 

 

 

 

pontadocorumbau  (13)

Abro as portas para o mar e o amanhecer que inundam meu dia com sol e calor. Ponta de Corumbaú – Bahia – Brasil, novembro de 2007.


Um verão gelado

 

 

glaciarpmoreno (37)

Um frio que corta por dentro à primeira golfada desse ar azul. Glacial Perito Moreno – Argentina, novembro de 2010.


A beleza

 

 

fachinal (11)
  e a delicadeza da Carretera Austral em  Fachinal – Chile Chico – Chile, novembro de 2010.


Chega de saudades

marau (7)[7]

Desliza sobre as águas o destino de todos. Maraú – Bahia – Brasil, janeiro de 2009.

 


Uma tatuagem

 

valledaluna (15)

É o que um deserto faz em seus sentidos, e na sua alma. Se vc tem uma, cuide  para não perde-la  aqui –
nos longos e áridos caminhos das areias do Valle de la Luna – San Pedro Atacama – Chile, novembro de 2010.


Perfeito

DSCN6426
Para quem vive boiando nos mares. A cidade que conquistou minha alma. Gran Canale – Venezia – Itália, setembro de 2011.


Dias de sol

 

itaparica (2)

nos ciclos da marés, no ritmo da vida feliz que a Bahia traduz em  céu e mar azuis. Itaparica – Bahia – Brasil, dezembro de 2008.


Pra daqui a pouco

 

 

humahuaca

Onde nasce o inconsciente coletivo? Talvez nas centenas de pessoas que aguardam o meio dia em ponto.
Humahuaca – Argentina outubro de 2010.


Beira Rio

posadas (46)
Perdendo a cabeça no namoro, no banco, da beira rio. Posada –Argentina, outubro de 2010.


Pessoal e intransferível

 

 

lagunachaxa (19)

Um deserto não é um lugar que você visita simplesmente,
o deserto entra na sua alma, nos poros da sua pele,
o deserto pode até se transformar em você.
Salar Atacama – Chile, novembro de 2010.


O Bem do mar

buzios (13)

“O pescador tem dois amor/ Um bem na terra, um bem no mar/ O bem de terra é aquela que fica/
Na beira da praia quando a gente sai/ O bem de terra é aquela que chora/ Mas faz que não chora quando a gente sai /
O bem do mar é o mar, é o mar / Que carrega com a gente/Pra gente pescar”
Dorival Caymmi – Búzios – Brasil, fevereiro de 2009.


Para Mateus

 

 

matera (76)“ Vejo-te em cada prisma, refletindo diagonalmente a múltipla esperança
E te amo…”  desde sempre – V. de Moraes
Matera – Itália, setembro de 2011.


Onde começou

 

 

portosegurovelha (4)

No ritmo baiano, nasceu aqui a primeira vila nas terras brasilis. Porto Seguro – Brasil, novembro de 2007.


Cobre

 

carmelo (5)

A cor do outono é cobre, e assim cobre todas as árvores, folhas, praças e a vida por aqui fica coberta do passado.
Carmelo – Uruguai, maio de 2006.


E nem é inverno

 

torresdelpaine (53)

O frio é muito, tanto que congela o coração. Torres del Paine – Chile, novembro de 2010.


Vento solar e areia no ar

 

 

lagoabonita (82)
Bem mais que bonito é poder ver até o infinito, onde sei  que nasce o mar.  Lençóis Maranhenses – Brasil, abril de 2011.


Obsesión

 

 

ushuaia (71)
No alto relevo quem lutou e morreu, no vazio o desejo do que não possui. Monumento à Malvinas – Ushuaia – Argentina, dezembro de 2010.


Los Andes

santiago (48)
Como companhia constante, seguindo para o sul, tenho à minha esquerda a eterna neve da Cordilheira dos Andes – Santiago – Chile, novembro de 2010.


De pedras e águas

 

 

ilhaanchieta (22)
Numa ilha tropical, um mar transparente, um sol ardente!  Ilha Anchieta – Brasil, abril de 2008.


Raro

 

 

baiajara

Brilha o sol nas águas frias, as pequenas ilhas se deixam existir, só por condescendência a  beleza. Baia Jara – Chile Chico- Chile, novembro de 2010.


Um trem de cores

tremparanagua (4)

Cortando o silêncio das matas, as cores berrantes do trem descendo ladeira até o mar. Paranaguá – Brasil, abril de 2006.


Verde por um instante

 

 

Filettino (13)

Camadas e mais camadas de telhas, num lugar que o frio penetra por todos os lados. Filettino – Itália, setembro de 2011.


O nome da cor

 

 

mardelplata (2)

Diz a lenda que quando os padres jesuítas aqui chegaram e se instalaram no alto do morro,
observavam o mar  todos os dias e era sempre da mesma cor prata.
Assim nasceu Mar del Plata – Argentina, junho de 2006.


Outro Atlântico Sul

santateresa (62)

Aqui onde o mar é gelado, onde o vento e forte e frio, bem aqui vim caminhar nas praias. Santa Teresa – Uruguai, maio de 2006.


Carro Ecológico

 

 

 

colonia (5)

As folhas acobreadas do outono cobrem as ruas de pedras da antiga cidade da colônia portuguesa.
Colônia do Sacramento – Uruguai, maio de 2006.


Sob a ponte

 

CIMG0508
Pedindo licença para passar.  Ponte Rioni – Golfo de Patrasos – Grécia, julho de 2008.


Farol das águas doces

 

 

 

colonia (20)

A luz que esperamos ver, nas noites escuras! – Farol de Colônia do Sacramento -  Uruguai, maio de 2006.


Boleteria

 

 

 

BsAs (10)

Enormes arcos a estação de trens de Buenos Aires – Argentina, maio 2006.


Cidade Maravilhosa

riodejaneiro (11)Essa é de longe, a cidade mais linda do mundo quando de chega pelo mar, Rio de Janeiro – Brasil, fevereiro de 2009.


Num lugar que não chove nunca

 

tilcara (39)

Casas típicas dos povos indígenas da Cordilheira dos Andes, são frescas de dia enquanto tem sol e quentes a noite quando a temperatura cai muito.
Tilcara – Argentina, outubro de 2010.


Com vista para o mar

 

 

buzios (20)

As várias formas de navegar o mesmo  mar. Búzios – Brasil, fevereiro de 2009.


O tempero que faltava

 

Salarjama (7)

A planície  dos salares, no alto da Cordilheira dos Andes. Uma  altitude e uma paisagem de tirar o fôlego. Salar Jama – Chile, novembro de 2010


Pelas tabelas

puntadeldiablo (7)

A casa de lado se inclinando para o sol, ou foi feita assim ou está caindo… Punta Del Diablo – Uruguai, maio de 2006.


Carretera Austral

 

 

fachinal (26) Nos caminhos que fiz, por onde passei, não vi ninguém, só o vento e o frio da Cordilheira do Andes – Chile Chico, novembro de 2010.


Nossos moinhos de ventos imaginários

 

 

mardelplata (5)
La libertad, Sancho, es uno de los más preciosos dones que a los hombres dieron los cielos; con ella no pueden igualarse los tesoros que encierran la tierra y el mar: por la libertad, así como por la honra, se puede y debe aventurar la vida. Dom Quixote de la Mancha
Mar del Plata – Argentina, junho 2006


El Caminito

 

 

BsAs (20)

As velhas tradições do bairro  italiano, El Caminito – Buenos Aires – Argentina, maio de 2006.


A ferrugem do outono

 

 

colonia (119)

Essa cidade era só um parada por algumas horas, ela estava no meio do meu caminho,
e de tão bela e acolhedora, se transformou no meu destino.
Colônia do Sacramento – Uruguai, maio de 2006.


O outono e o farol

 

 

colonia (22)
As ruas cobertas de folhas douradas, as antigas casas e ruas, e para completar o Farol de Colônia do Sacramento- Uruguai, maio de 2006.


Subindo

 

glaciarpmoreno (40)

Flores e cores.. a patagônia se deixando enamorar. El Calafate – Argentina, novembro de 2010.


Porto de rio

 

 

Porto de Carmelo

Andando e mochilando pelo Uruguai, conheci lugares lindos e delicados como Carmelo, Uruguai, maio de 2006


A neve e o vulcão

 

 

vulcaovillarrica (11)Nem esperava encontrar, mas ela estava lá esperando, branca e paciente por um toque delicado. Vulcão Villarica – Pucon – Chile, novembro de 2010.


Do alto, bem longe

 

 

09barradalagoa (12)

Tropeço em pedras, subo o morro, para encontrar a linha do meu horizonte. Florianópolis – Brasil, maio de 2006.


Por terras e mares eu andei

 

 

chiloe (12)

E vi um lugar mágico, a bela ilha das lendas,  Chiloé – Chile, novembro de 2010.


Hipertensão

 

lagunachaxa (26)

Para temperar a vida uma pedrinha de sal. Laguna Chaxa –San Pedro de Atacama – Chile, novembro de 2010.


A Prima Vera

 

 

baiajara (6)
As cores da primeira verdade. Verdade que existe só no silêncio da natureza. Chile Chico – Chile, novembro de 2010.


Melhores momentos

 

glaciarpmoreno (50)

Meus olhos registram cada movimento infinito do Glacial Perito Moreno, e me impressiono com sua cor, seu ar frio e sua grandeza.
El Calafate – Argentina, novembro de 2010