Todo dia um olhar, uma foto, um lugar. Por que viajar é nosso único patrimônio.

Teus

Hochzeit

DSCF9976

Solange die Existenz und die Lage des Paradieses nicht geklärt sind halte ich mich an dich – Peter Turrini

As long as the existence and the location of paradise not clarifield are keep me I at you

Finchè l’esistenza e la posizione del paradiso non è chiarito saro  io con te

Mientras la existencia y la ubicación del paraíso no clarificado considero yo en te.

Enquanto a existência e a localização do paraiso não é esclarecida, considero-o eu con você.


Dias de sol

 

 

DSCF0102

Às vezes, mas só  estiver distraído, podemos esbarrar na felicidade, que transborda do amor!
Hergenfeld, Alemanha. Maio de 2014


Para Mateus

 

 

matera (76)“ Vejo-te em cada prisma, refletindo diagonalmente a múltipla esperança
E te amo…”  desde sempre – V. de Moraes
Matera – Itália, setembro de 2011.


Quando setembro vier

 

 

Venezia M (29)
O Leão Dourado sob o céu de Veneza – Itália, setembro de 2011.


De qual lado é o seu?

 

gargano (14)

Dentro as cores do sol e o mar, na moldura da caverna o mundo inteiro do lado de fora! – Gargano – Itália, julho de 2011.


Um olhar de longe

 

 

nazare (3)Um sol para aquecer o fim de um inverno eternamente frio. Nazaré – Portugal, março de 2012.


Abraço de algodão

 

nazare (1)

Primeiro dia de sol do fim do inverno, até as nuvens vieram tomar banho de mar.  Nazaré – Portugal, março de 2012


Sob o sol de setembro

 

 

 

Roma M (31)Entre as ruinas do passado, a história recontada nos relevos do artista – Roma – Itália, setembro de 2011.


Casamento Grego

 

kerkira city M (48)

Talvez seja uma tradição, talvez seja só uma coincidência ou mesmo uma superstição, mas o fato é que os noivos mantém somente um pé no chão.
Kerkira – Grécia, setembro de 2011.


Amor ao contrário

Roma M (34)O abandono, a cor ausente, as pedras que repousam ordenadas em meio a cidade, num caos paradoxal do moderno e o histórico. Roma, setembro de 2011


A tranca da porta

 

 

fiskardho (6)

Conceitos estranhos nos trancam do lado de dentro, e não por dentro. Fiskardho – Grécia, agosto de 2011.


Esperando na janela

 

 

fiskardho (10)

Podia ser um cartão postal, mas é um autorretrato,
na deliciosa Fiskardho – Grécia, agosto de 2011


Quando Veneza se apresenta

 

Venezia M (13)

"Quando eu cheguei a Veneza, descobri que meu sonho havia se tornado, inacreditavelmente, mas simplesmente, meu endereço."
Marcel Proust


Kala

 

kalami M (10)

Nos primeiros dias tudo é azul e agradável. Até a espera do vento certo!
Baia de Kalami, Kerkyra – Grécia, julho de 2011.


Nel blu dipinto di blu

 

 

poglianno M (16)

Uma cidade de coragem, aqui existe um campeonato de salto ornamental dos altos penhascos, mergulham no azul profundo do mar.
E outros preferem se abrigar do sol dentro das cavernas sob a cidade. Polignanno a Mare – Itália, agosto de 2011.


Na sombra, por favor

 

 

spartochori M (26)
Viajando com Mateus.. endereço: morro acima, # 188, uma pequena vila, tudo simplesmente aconchegante.
Spartochori – Meganisis – Grécia, agosto de 2011.


Dias de sol

poglianno M (10)

Dias quentes, banho de mar, sorvete e um passeio pelas ruas da cidade de Domenico Modugno,
“poi d’improvviso venivo dal vento rapito e incominciavo a volare nel cielo infinito
Volare oh, oh cantare oh, oh nel blu dipinto di blu “
Poglianno a Mare – Itália, agosto de 2011


Tudo de bom

gaios M (21)

Tenho listas enormes de coisas que são tudo de bom na vida, mas essa é das melhores!! Esse brinquedinho faz feliz!!!
Gaios – Paxos – Grécia, agosto 2011


“Tudo passa mas eu ainda ando pensando…”

 

 

kalami  (1)

Tudo segue seu destino, como o sol cumpre o seu! Tudo sempre tem um jeito de se revelar, como as sombras e os contornos do horizonte.
Sivota – Grécia, agosto de 2011.


Teus clique

 

 

tremiti (2) Uma ilha alta, com um mosteiro datado de 1400,  incrustrado nas pedras, cercado pelo azurro mare . Tremiti – Itália, julho 2011


Um dia especial

 

 

gaios M (2)

Fico só imaginando a pequena Amanda, que faz niver hoje, tentando pegar todas as pedrinhas da praia. Paxos – Grécia, agosto de 2011.


Sempre um farol

 

 

fiskardho M (3)

Lâminas de pedras, árvores inclinadas, ruinas da história e ele o Farol de Fiskardho – Grécia, agosto de 2011.


Verde amaro

 

 

spartochori M (25)

A sagrada oliveira grega,  como uma gota verde. pouco antes de se transformar no doce azeite de sabor delicado, uma poesia para o paladar.
Spartochori – Meganisis – Grécia, agosto de 2011.


Il fiori di Capperi

 

 

 

tremiti M (42)

Pedras empilhadas, histórias recontadas, nas frestas nasce indiferente as alcaparras em flores e a gaivota posa para a foto.
Ilha San Dominica –Itália, julho 2011.


o verde da Grécia

 

ereikoussa M(66)

O abandono , o esquecimento, natureza buscando sua sobrevivência e domínio. Ereikoussa – Grécia, julho 2011.


San Domino

 

tremiti (26)

Descansa do voo, de costas pra  o entardecer observando o infinito movimento da vida na sua ilha.
Isole Tremiti – Itália, julho 2011.


Sob o Olhar de Teus

 

 

 

gargano (10)
Dezenas de cavernas, escavadas pelo Adriático. Vieste – Itália, julho 2011.